Inovação para o controle da inflamação no tratamento da alopecia

Prostaquinon™ é um fitocomplexo natural, derivado do óleo essencial das sementes de Nigella sativa L., padronizado em
timoquinona. A Nigella sativa L. é uma planta nativa de países mediterrâneos, comumente conhecida como cominho preto.
Estudos com o extrato do óleo de Nigella sativa L. têm demonstrado atividade antioxidante, antitumoral e anti-inflamatória
para diversos tipos de doenças. A timoquinona é o principal componente ativo do óleo essencial de Nigella sativa L.
e é referenciada por suas propriedades anti-inflamatórias.

Mecanismo de ação
• Prostaquinon™ desempenha atividade anti-inflamatória no ciclo capilar, através de inibição enzimática;
• Prostaquinon™ inibe o fator de transcrição NF-kB pró-inflamatório, inibindo a expressão da enzima ciclooxigenase 2 (COX-2) e a síntese de prostaglandina D2 (PGD2);
• Prostaquinon™ exerce atividade anti-inflamatória, antioxidante e neutraliza a miniaturização folicular, promovendo aumento da espessura e densidade do fio;
• A formulação de Prostaquinon™ em Espumil™ proporciona facilidade de aplicação, boa espalhabilidade e absorção instantânea no couro cabeludo, otimizando seus resultados.

Prostaquinon™ Inovação Fagron para o tratamento da alopecia As prostaglandinas são potentes mediadores pró-inflamatórios, produzidas por diferentes estímulos e desempenham um papel importante na modulação da resposta inflamatória. Recentes evidências científicas demonstram que o desbalanço das prostaglandinas na alopecia é caracterizado por um aumento de PGD2
inflamatória e uma redução simultânea de PGE2 e PGF2α no couro cabeludo.
Baseada nestes estudos, a Fagron desenvolveu um fitocomplexo natural derivado de Nigella sativa L. e padronizado em timoquinona, que inibe a síntese de PGD2. Prostaquinon™ diminui a inflamação do couro cabeludo, reduzindo a queda
capilar e promovendo aumento da espessura e densidade do fio.

Um estudo duplo-cego, controlado e randomizado, realizado na Itália por 3 meses, com 20 pacientes afetados por eflúvio telógeno (alopecia difusa), analisou a eficácia do óleo essencial de Nigella sativa L. Os pacientes foram avaliados antes do tratamento (T0), após 3 meses de tratamento (T3) e após 6 meses de acompanhamento (T6), sob o aspecto de número, densidade/cm2 e espessura dos fios. Três dermatologistas independentes avaliaram os sinais inflamatórios, classificando os pacientes em uma escala de pontos e também por fotografias clínicas tiradas em (T3), (T6) que foram comparadas
com fotografias do início do tratamento (T0)


Gostaria de saber mais sobre o produto? Entre em contato conosco clique aqui.

× Como posso te ajudar?